quarta-feira, 15 de agosto de 2012

Família Curado




           Curado é um apelido de família de remota origem portuguesa.
     A origem portuguesa desta família encontra-se na vila Sertã, sede do Município e da Freguesia do mesmo nome pertencente ao Distrito de Castelo Branco, de onde em meados do Século XVIII, José Gomes Curado mudou-se para Meia Ponte, hoje Pirenópolis, Estado de Goiás, no Brasil, para exercer o cargo de juiz ordinário, no governo de Marcos de Noronha, o Conde dos Arcos. ([1])


     Em Pirenópolis, o então tenente Gomes Curado casou-se com Maria Cerqueira d'Assunção, paulista, filha do tenente-coronel Clemente da Costa e Abreu, lisboeta, e de Maria Pinheiro da Fonseca, de Itu. O casal teve cinco filhos, que geraram numerosa descendência hoje espalhada por todo o Brasil e Portugal ([2]):

    * Ana Timótea Curado

    * Joaquim Xavier Curado (1746–1830)
    * Francisco Xavier Curado
    * Feliciana Antônia Curado (1746–1830)
    * Maria Josefa Curado (1754–1825).


      Com o casamento de Ana Timótea Curado com sargento-mor Antônio José de Campos, uniu-se a família Curado com a família Campos, proveniente da Vila de Castelo de Ferreira de Aviz, em Portugal. Este entrelaçamento resultou no acúmulo de riqueza e poder a serviço da mineração do ouro em Goiás. 

     A fortuna que a união dessas famílias gerou foi tão grande, que propiciou a construção, com recursos particulares de seus membros, da Igreja de Nosso Senhor do Bonfim (Pirenópolis), entre 1750 e 1754, e todo o calçamento de pedras da estrada do Morro Grande, por dezenas de quilômetros, também em Pirenópolis, para facilitar o escoamento do ouro ([3]).


      Com o casamento do comendador João José de Campos Curado com sua conterrânea Ana das Dores Fleury (Inhazinha), em 31 de maio de 1826, uniu-se a família Curado com a família Fleury, que é de origem portuguesa, proveniente da Freguesia de São Pedro de Cête, Conselho de Paredes, Província de Entre Douro e Minho ([4]). O entrelaçamento resultou numa numerosa descendência, quase toda voltada para a administração pública e a pecuária ([5]).

General Joaquim Xavier Curado, que nasceu em Pirenópolis


=== Membros notáveis da família === ([6])

    * André Augusto de Pádua Fleury
    * Antônio de Pádua Fleury
    * Arinan de Loiola Fleury
    * Bernardo Élis Fleury de Campos Curado
    * Erico Curado
    * Jerônimo José de Campos Curado Fleury
    * Jarbas Jayme
    * João José de Campos Curado
    * Joaquim Xavier Curado
    * João Augusto de Pádua Fleury
    * José Fleury
    * Luiz Antônio Fleury Filho

    * Luiz Augusto Curado
    * Luiz Gonzaga de Camargo Fleury
    * Luís Gonzaga Jaime
    * Sebastião Fleury Curado
    * Sérgio Fernando Paranhos Fleury

     Referências:
([1]) Jayme, Jarbas. Famílias Pirenopolinas (1973), Vol. I, p. 163 

([2]) Jayme, Jarbas. Famílias Pirenopolinas (1973), Vol. I, p. 163/167

([3]) Brasil. No convívio com as traças (1920), pgs. 12/23 

([4]) Jayme, José. A origem da Família Fleury (1993), pg. 57

([5]) Jayme, Jarbas. Famílias Pirenopolinas (1973), Vol. V, pg. 161

([6]) Jayme, José. A origem da Família Fleury (1993), pgs. 35/44

Igreja do Bonfim, construída por Antônio José de Campos
Fontes de pesquisa:
BRASIL, Antônio Americano do. Súmula de História de Goiás. Goiânia: Edigraf, 1961.
BRASIL, Antônio Americano do. No convívio com as traças. Goiânia, Edição do autor, 1920.
JAYME, Jarbas. Esboço Histórico de Pirenópolis, Goiânia: Editora UFG, 1971.
JAYME, Jarbas. Famílias Pirenopolinas, Vols. I e V, Goiânia: Editora UFG, 1971.
JAYME, José Sisenando. A origem da Família Fleury. Goiânia, Edição do Autor, 1993.

Adriano César Curado

3 comentários:

  1. Ana Cláudia Curado29 de agosto de 2012 11:27

    Essa família famosa tem descendentes espalhados pelo mundo todo. Perfeita sua postagem.

    ResponderExcluir
  2. A história de uma família é um marco importante na existência do indivíduo e deveria ser conhecida por todos.

    ResponderExcluir
  3. Muito boa a pesquisa Adriano
    e importante.
    Eu sempre me ative ao Manoel Rodrigues de Thomar
    que denomino 'O Fundador". Os símbolos Templários
    e a Torre do Castelo no Brasão de sua família, vai
    confirmando para min o titulo Pirenopolis " Terra Templaria "

    Grande Abraço
    Roberto Castello

    ResponderExcluir

Minhas leitoras e meus leitores, ao comentarem as postagens, por favor assinem. Isso é importante para mim. Se não tiver conta no Google, selecione Nome/URL (que está acima de Anônimo), escreva seu nome e clique em "continuar".

Todas as postagens passarão por minha avaliação, antes de serem publicadas.

Obrigado pela visita a este blog e volte sempre.

Adriano Curado